Visualizações de página

domingo, 7 de março de 2010

Relações interespecíficas: Comensalismo.

O comensalismo é uma relação harmônica, caracterizada por beneficiar apenas uma das partes envolvidas, assim um indíviduo ajuda o outro, mas essa ajuda não lhe causa prejuízos e nem benefícios.

Na maioria dos casos a relação é comensal, a espécie que se alimenta dos restos de outra espécie.

Exemplos:


1. A rêmora e o tubarão – Esse é o exemplo mais conhecido de comensalismo entre espécies. A rêmora se fixa no corpo do tubarão por meio de uma nadadeira dorsal que se transforma em uma espécie de ventosa, e é transportada por ele enquanto alimenta-se dos restos de sua alimentação. O tubarão não é prejudicado, pois a rêmora só se alimenta do que o tubarão descarta, e seu peso não atrapalha em nada o tubarão, pois é insignificante. (Foto)

2. Urubu e o Homem – Nessa relação o comensal é o urubu, que se alimenta do desperdício dos homens, geralmente nos lixões das cidades.

3. O peixe-palhaço e a anêmona-do-mar – Nessa relação, o comensal é o peixe-palhaço, que encontra refugio entre os tentáculos da anêmona-do-mar e alimenta-se das sobras de alimentos dela. Para a anémona-do-mar a presença do peixe palhaço é indiferente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário